oLhA a HoRa!!!

Quem sou eu

Minha foto
¯`*·.¸¸♥ღ°Quem é essa que me olha de tão longe, com olhos que foram meus?(Retrato antigo - Helena Kolody) ¯`*·.¸¸♥ღ° Quem é essa que me vê do lado de lá quando eu dela preciso cá? Quem é essa que está em mim e eu nela em hora sem fim? Quem é essa, quem sou eu?De tanta pressa o vento a levou...Fiquei eu Olho no olho O meu no seu Num retrato antigo Num estar comigo Num olhar só meu. (Janice Persuhn)¯`*·.¸¸♥ღ° De retralho em retalho tiram pedaços de mim de espaço a espaço costuram os vazios de mim de palavra a palavra descobrem eu sou mesmo assim. (Autópsia) ¯`*·.¸¸♥

PrOfeSsOrA WiLma NuNeS RaNgEl

PrOfeSsOrA WiLma NuNeS RaNgEl

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Jornalista faz paralelo entre justiça

e injustiça social Juízes X Funcionários da EDUCAÇÃO

O post de hoje quero parabenizar o jornalista Fernando Parracho, da Rede Globo de Jornalismo, pela excelente reportagem paralelo que fez com a triste notícia do auxílio moradia dos Juízes e a tempestuosa greve no funcionalismo público educacional do nosso estado. São profissionais, homens como você que fazem nós educadores seguirmos em frente, como você disse, na “esperança” de que um dia as coisa estejam mais justas e mais humanas. Tenha a certeza que seu trabalho já faz parte de nossas AULAS, oratórias, exemplos pois é assim que se entra para a HISTÓRIA, Geografia, Ciências, Literatura, enfim que faz parte do que realmente importa para o futuro, que é a defesa da criança, do adolescente, do menos favorecidos e até mesmo de professores(as) “baderneiros(as)! Nosso Muito obrigada!

e injustiça social

Fernando é O jornalista que trabalha em defesa
 da escola pública e de qualidade

vejam a reportagem sobre o comentário acima


https://www.facebook.com/video.php?v=10206083827473369&set=vb.1192760718&type=2&theater

ENQUANTO ISSO ... NA SALA DA JUSTIÇA ...

Aqui no Paraná, Deputados andam de CAMBURÃO!Juiz não sabe nem que ano está?!Já eu!Sou professora, estou em Greve, fui chamada de "baderneira" porém, nunca andei de camburão, trabalho o mês, para pagar o anterior, assim, sempre sei exatamente que mês estou, pois não recebo auxílio moradia de 4.600,00 ‪#‎eutônaluta‬ para acabar com tamanha falta de respeito pela EDUCAÇÃO pública, universal, gratuita e de qualidade para o futuro do Brasil


Documento expedido com data errada por juiz de Foz do Iguaçu-Pr


E questionam nosso auxílio transporte de R$360,74
pTd professora Wilma
EsToU em greve

Nenhum comentário:

Postar um comentário

cLiCou? CoMeNtA aÍ Vai!!

Coletânea de Textos para prova parcial - Colégio Almirante Tamandaré

CONTEÚDO: O discurso social - Contexto, texto “O ócio é necessário, pois o tédio é criativo.”        O filósofo Mário Sér...